CONTATOS

S.M.B. CAMPESINA FRIBURGUENSE

Avenida Campesina Friburguense, 85

Centro - Nova Friburgo, RJ

Tel. 22 2522-2410

secretaria@campesinafriburguense.com.br

campesinafriburguense@hotmail.com

PARCEIROS

NOSSAS REDES

  • Instagram - White Circle
  • YouTube - White Circle

© 2016 Todos os direitos reservados S.M.B. Campesina Friburguense. 

História de uma trajetória vitoriosa

   148 ANOS DE CONFISSÃO REPUBLICANA TOCANDO O CORAÇÃO DA GENTE     

     A Sociedade Musical Beneficente Campesina Friburguense, considerada de Utilidade Pública Municipal e Estadual; considerada Patrimônio Histórico Cultural do Estado do Rio de Janeiro, detentora das Medalhas: Tiradentes e Amigo da Marinha e, recentemente, considerada de UTILIDADE PÚBLICA FEDERAL, foi fundada por um grupo de republicanos e abolicionistas liderados pelo Major Augusto Marques Braga em 06 de janeiro de 1870.  Teve, como primeiro Maestro, o renomado Mestre: Presciliano José da Silva, natural do Rio de Janeiro e Catedrático pelo Conservatório de Música de Milão, Itália.

     Desde 1870, a presença da Campesina tem sido constante nos acontecimentos mais significativos da vida e história de Nova Friburgo a qual a representa nos mais diversos Concursos de níveis estadual e nacional, bem como em apresentações internacionais. Em 1981, como representante oficial do Brasil e de nossa cidade, nas comemorações dos 500 anos do ingresso do Canton de Fribourg na Confederação Helvética, esta Instituição excursionou à Suíça.

     Ao longo destes anos, a Campesina só tem contabilizado glórias: Condição de Hors Concours, por vários anos, do Concurso de Bandas de Músicas Civis do Estado, depois de ter sido Campeã do mesmo certame por cinco vezes, sendo duas consecutivas. Notabilizou-se, também, por sua participação, como a única representante fluminense no Campeonato Nacional de Bandas de Música Civis de São Paulo no qual se sagrou Vice – Campeã Brasileira em dezembro de 1993.

     São históricos e apoteóticos seus Concertos da Independência (realizados initerruptamente desde 2005), Primavera e Natal sendo, também, notórias as suas apresentações nos Festivais de Inverno de Nova Friburgo. São inesquecíveis os Concertos feitos na Ilha das Cobras e Sanatório Naval de Nova Friburgo (ambos pertencentes à Marinha do Brasil); em Duas Barras, Cachoeiras de Macacu, Cordeiro e Bom Jardim, Carmo, Macaé, Angra dos Reis e Niterói, Conservatória, Santa Maria Madalena, Campos dos Goytacazes e São Francisco do Itabapoana, Rio de Janeiro, entre outras. Apresentou-se garbosamente nos Estados de Minas Gerais, Espirito Santo, São Paulo e Santa Catarina.

     Foi convidada para se apresentar no Auditório do BNDES da cidade do Rio de Janeiro, espaço em que se exige muita qualificação artística, onde deixou uma impressão indelével à imensa platéia que foi prestigiar-lhe. Em novembro de 2001, a convite do Almirante-de-Esquadra (FN) Carlos Augusto Costa apresentou-se, como única Banda Civil Brasileira, no Encontro de Bandas Militares na Fortaleza São José – Ilha das Cobras – Corpo de Fuzileiros Navais. Viajou para o Sul do Brasil, Estado de Santa Catarina em 2002, onde abriu as comemorações festivas dos 498 anos de Fundação da Cidade de São Francisco do Sul, manifestando-se, também, em São Bento do Sul onde, no Ginásio de Esportes Annes Gualberto, realizou um monumental concerto para 2.500 espectadores. Em Cataguases (MG), ainda neste ano de 2002, fez parte do 2º Congresso Internacional do Folclore CATU-AUÁ, com uma inesquecível apresentação no Cinema Edgar cujas acomodações foram literalmente tomadas.

     Solicitada pelo Governo do Canton de Fribourg, SUÍÇA, junto com o Conjunto de Ginástica e Danças Sylvana Gym e o Grupo Tom Sobre Tom, únicos convidados de honra, abriram, para o Mundo, a Expo/02, em 18 de maio de 2002 com o Espetáculo: “Nova Friburgo Canta Brasil”. Este evento sócio-cultural do País amigo é realizado, tão somente, de 25 em 25 anos, tendo caráter internacional (dez milhões de visitantes) e, desta feita, teve procedimento nas cidades de Estavayer Le-Lac, Morat, Fribourg, Bulle, Gruyéres, Neuchateul, Iverdon. Nesta Ocasião, visitou também a cidade de FREIBURG – Im Breisgau – Alemanha – efetivando, no seu moderníssimo Ginásio Municipal: STADTHALLE, a apresentação do mesmo Espetáculo: NOVA FRIBURGO CANTA BRASIL.

     Com 70 músicos, em sua Banda Sinfônica, a Sociedade conta com a parceria da ENERGISA com quem estabeleceu uma Escola de Música onde se lecionam Teclado, Piano Clássico e Popular, Guitarra, Harmonia Funcional, Percussão completa, Violão Clássico e Popular, Prática de Sopro (Metal e Palheta), Teoria Musical e Arcos (Violino e Viola). A Sociedade possui, ainda, uma Banda-Escola, que tem como parceira a STAM Metalúrgica. Mantém tradicionalmente a referenciada Escola de Música da qual tem saído um considerável número de jovens músicos, hoje destacando-se no Brasil e no Exterior. Destacam-se como tradicionais atrações especiais da Banda Sinfônica a sua Banda de Gaitas Escocesas – formada por 14 gaiteiros trajados tipicamente, os seus Tenores Líricos: Samuel Alves e Mauros Martz, a sua Soprano Lírica Patrícia Monção e o Violinista André Cunha.  

     Como fatos históricos de relevância, registrem-se o lançamento do primeiro Compact Disc (CD), gravado ao vivo no monumental Salão Leopoldo Miguez da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro em outubro de 1997, e do primeiro DVD, também gravado ao vivo no Ginásio Polivalente SESC/RIO DE JANEIRO-SESC/NOVA FRIBURGO em que se assinalou, pela segunda vez, a histórica presença do Violoncelista e Maestro Alemão convidado, o Sócio Honorário: Walter-Michael Vollhardt, de Freiburg im Breisgau, Alemanha. (Agosto de 2005). 

    Em setembro de 2006, foi realizado o Concerto da Independência, no Sesc/Nova Friburgo, onde atuaram cerca de 160 musicistas: Banda Sinfônica Campesina, Banda Sinfônica da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro e Coral da Campesina. O Concerto foi gravado ao vivo e lançado o seu 2º DVD. Em Dezembro de 2006, a Banda Sinfônica da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, novamente se une à Banda Sinfônica Campesina Friburguense para realizar um monumental Concerto de Natal. O local escolhido foi o Nova Friburgo Country Club, com presença de grande público.

      Em Setembro de 2007, realizou o Concerto da Independência, no Sesc-Nova Friburgo, onde apresentaram-se a Banda Sinfônica da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, Banda Sinfônica Campesina Friburguense, Coral Campesina Friburguense, Grupo Renascença e Solistas convidados: as Sopranos Patrícia Monção e Gina Martins e o Tenor-Lírico Elias Robertson.  Neste mesmo ano de 2007, realizaram-se os Concertos de Natal na Praça Dermeval Barboza Moreira, na Cidade de Duas Barras e no SESC/RIO/NOVA FRIBURGO.

      No período compreendido entre 30 de maio a 16 de junho de 2008, o Presidente Carlos Magno da Silva e o Regente Marcus Almeida, brilhantemente, participaram do Intercâmbio Cultural que a nossa cidade mantém com a Coirmã: Freiburg im Breisgau - Alemanha. Nosso Maestro regeu, quatro Bandas alemãs, uma das quais a Banda Oficial de Freiburg, a convite do Sr. Günter Burger, cujas responsabilidades do Intercâmbio Cultural são divididas com a senhora Bárbara Husung. Além disto, Marcus Almeida ensaiou e regeu, de modo primoroso, um Grande Concerto com a Orquestra Jovem: MUSIKSCHULLE. Os representantes da Música Friburguense assistiram, também, às Óperas: Walkiria no Teatro Municipal de Freiburg, e à Flauta Mágica de Mozart no Konzertsaal desta cidade. Já em setembro de 2008, realizou o tradicional Concerto da Independência com a participação da Orquestra Petrobras Sinfônica sob as Regências dos Maestros Carlos Prazeres (OPS) e Marcus Almeida (Campesina). Este evento contou, dentre outras parcerias, a da PETROBRAS.

     Em março de 2009, foi iniciado, através do Patrocínio da Concessionária de Energia Elétrica de Nova Friburgo: ENERGISA, o PROJETO SOCIAL ICENTIVADO “JOVEM CAMPESINISTA”, aprovado que foi pela Comissão de Projetos Culturais Incentivados – CPCI – da Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro. Este Projeto, pioneiro em Nova Friburgo, tem como escopo a formação musical plena de Jovens da sociedade friburguense cujos pais não possuem as ideais condições financeiras de manter seus filhos em uma escola de música. Isto é, oferece-se GRATUITAMENTE, a esses talentosos jovens o ensino da música, possibilitando-lhes, em um futuro não muito distante, sua inserção na Banda Sinfônica Campesina Friburguense, bem como, conferir-lhes uma nova opção PROFISSIONAL, tornando-lhes aptos a servir, desta feita, a Orquestras Sinfônicas e Filarmônicas, Bandas Civis e Militares, Conjuntos Camerísticos, Conjuntos de Danças e Conservatórios.

     Através do VI Encontro Suíço-Brasileiro ocorrido em outubro de 2009 nossa Banda Sinfônica apresentou-se junto a Banda Suíça Fanfare La Gérinia de Marly no Teatro Municipal de Nova Friburgo concretizando mais um intercâmbio. Em dezembro, realizaram-se os Concertos de Natal em Bom Jardim e em Nova Friburgo, esse na Praça Dermeval Barboza Moreira, com a participação especial do Conjunto de Gaitas Escocesas e da soprano lírica Ayla Freire.

No ano em que completou 140 anos, 2010, a Campesina brilhou mais uma vez!

     Em fevereiro de 2010, a Campesina consigna a efetivação do Projeto: REESTRUTURANDO A BANDA SINFÔNICA CAMPESINA FRIBURGUENSE sob o Patrocínio da PETROBRAS. Esta feliz parceria concedeu-lhe a possibilidade de uma ampla e cuidadosa renovação de alguns importantes instrumentos musicais, que atuaram durante longos anos em seus naipes, substituídos que foram, por sofisticadas unidades importadas “top de linha”.

     Em agosto de 2010, a Banda Sinfônica excursionou a Angra dos Reis onde realizou um concerto no Cine Teatro Praia Brava, na vila residencial dos funcionários da Eletronuclear. Já em setembro, a Banda Sinfônica rumou a Freiburg im Breisgau, Alemanha. Pela 3ª vez em solo europeu, a Banda realizou seis concertos: dois na Baden-Messe, feira de exposição com mais de 120 mil visitantes; um concerto na festa do vinho em Bischoffingen, um monumental concerto na Bürgerhaus in Zähringen, um concerto no lindíssimo parque Titisee e um concerto no Europa Park. No seu retorno ao Brasil, apresentou, como não poderia deixar de ser, o Concerto da Independência com o repertório apresentado na Alemanha.

     A convite da Eletronuclear, a Banda Sinfônica retorna a Praiva Brava, no Kioskão, desta vez para homenagear o Dia da Consciência Negra (20/11/2010) no Concerto “Tributo à Consciência Negra” com o espetáculo “O Fantasma da Ópera”. O mês de Dezembro deste ano foi emocionante! Dois concertos espetaculares: O Natal Especial – Concerto de Natal para as crianças, pais e amigos da APAE como parte do Projeto Banda na Praça e o tradicional Concerto de Natal em Duas Barras. Ambos contaram com a presença do Conjunto de Gaitas de Fole e solistas convidados, Mauro Martz e Telma Costa.

    No dia 1° de julho de 2011, a Prefeitura Municipal de Nova Friburgo e a S.M.B. Campesina Friburguense lançaram para a sociedade o PROJETO JUVENTUDE MUSICISTA que, símile ao Jovem Campesinista, consistiu na formação musical, moral e cívica de 87 jovens advindos de várias localidades do município de Nova Friburgo. Ele proporcionou o aprendizado da Teoria Musical Básica e dos Instrumentos de Sopro e de Percussão, com intenções de promover a socialização, fomentar o trabalho em equipe e abrir novos espaços e oportunidades culturais a esses jovens alunos. Este projeto, PIONEIRO, teve também como outra ação a inserção desses talentosos aprendizes na Banda Escola Campesina Friburguense, posteriormente aos quadros da Banda Sinfônica Campesina Friburguense. O Projeto JUVENTUDE MUSICISTA contou também, com a Parceria do Governo do Estado do Rio de Janeiro através de sua Secretaria de Cultura, do Centro de Referência Especializada de Assistência Social – CREAS e do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil - PETI.

     No dia 10 de setembro, no Sesc Nova Friburgo, realizou-se o Tradicional Concerto da Independência com as participações: da Banda Sinfônica Campesina Friburguense, Banda de Música da Base Aérea do Galeão e dos Solistas convidados: o Tenor Mauro Martz e o Pianista Jonas Dantas. Por mais uma vez, Nova Friburgo foi brindado com um espetáculo de alto nível, marcando novamente a história cultural da Cidade.

     No final de 2011, a Banda Sinfônica Campesina Friburguense se fez presente no fechamento dos Festejos dos 130 anos do Clube de Engenharia com um inesquecível Concerto Sinfônico realizado em um dos maiores centros de disseminação da Cultura Nacional: a cidade do Rio de Janeiro. Realizado na Rua 7 de Setembro – Centro da Cidade, o concerto teve a calorosa presença dos cidadãos Cariocas e das Personalidades: Ricardo Latge - Petrobras, Francis Bogossian Presidente do Clube de Engenharia, Paulo Cardoso da Assessor da Presidencia da Nuclep e demais membros da Diretoria do Clube de Engenharia os quais registrados aqui, marcam  indelevelmente a história da Instituição Musical.   

     No período compreendido entre 02 a 11 de março de 2012, o Presidente Carlos Magno da Silva e o Regente Titular da Banda Sinfônica Campesina Friburgurnse Marcus Almeida participaram do Intercâmbio Cultural mantido pela Banda com a Cidade Coirmã: Fribourg – Suíça.  Lá tiveram uma extensa agenda de reuniões, encontros e visitas, sendo também recebidos por autoridades locais. Recebidos pelo Presidente da Associação Fribourg – Nova Friburgo, o senhor Raphael Fessler e pela Vice-Presidente, a senhora Vera Condé Lateltin Carlos Magno e Marcus Almeida trataram do retorno da Banda Sinfonica a Suiça em maio de 2013, fato Unico dentre as bandas civis brasileiras.

     Em Julho de 2012, honrosamente, a convite Universidade Federal de Ouro Preto (MG) e com o Patrocínio da PETROBRAS, a Banda Sinfônica Campesina Friburguense fez-se inserir no Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana – Fórum das Artes 2012, se apresentando, jubilosamente, no Teatro Ouro Preto – Centro de Convenções - onde o público presente, muito impressionado com a musicalidade e sonoridade da Banda, ovacionou-a entusiastamente. Foi um espetáculo fantástico e memorável, marcando historicamente as apresentações musicais tanto do Festival de Ouro Preto quanto da Campesina Friburguense que levou àquela hospitaleira cidade mineira, com muito garbo, o nome de sua inestimável Nova Friburgo.

     Em Setembro deste mesmo ano, novamente a Campesina marca indelevelmente a sua trajetória gloriosa: a convite da PETROBRAS, ela fez-se presente no 6º Festival Cine Música da cidade de Conservatória (RJ). Na cidade da Seresta, a Banda Sinfônica concebeu um grande Concerto Sinfônico, levando ao acolhedor público, além de um repertório muito apurado, as participações especiais de solistas convidados. A Banda deixou na belíssima Conservatória a inconfundível marca “Campesina Friburguense” perpetuando um agradabilíssimo espetáculo musical, digno daquele simpático povo. Ainda nesse mês, a SMB Campesina Friburguense não poderia deixar de realizar o seu tradicional Concerto da Independência. Não poderia deixar de marcar mais uma vez as grandes exibições artístico-culturais de sua amada Cidade de Nova Friburgo! Pela primeira vez na história da Campesina, este Concerto teve a ilustre participação do cantor, compositor, sambista e escritor, MARTINHO DA VILA. Juntamente com Martinho, a Banda Sinfônica orgulhosamente se apresentou com a Banda de Gaitas Escocesas da Campesina Friburguense e com o músico da Orquestra Sinfônica Brasileira e Orquestra Petrobras Sinfônica, o violinista André Cunha. Realmente foi um apoteótico concerto! O seu fiel público ficou maravilhado com o espetáculo. Nova Friburgo foi agraciada, mais uma vez, por uma audaciosa iniciativa da Campesina.

     Esta pioneira parceria com Martinho da Vila e a Campesina gerou importantes frutos fazendo com que, em novembro desse ano, nascesse o “O SOM DA SERRA” com a participação do consagrado MARTINHO DA VILA cujas composições foram carinhosa e cuidadosamente orquestradas pelo Internacional Mestre Marcus Almeida (Maestro Titular da Campesina desde 2001). É um espetáculo de alto nível musical que funde a entusiasta sonoridade das imponentes Bandas Sinfônicas com o característico sincopado do marcante e vibrante Samba de Raiz da Música Popular Brasileira. A primeira audição deste inédito show teve procedimento no dia 5 do mencionado mês, no TEATRO OI CASA GRANDE: cenário em que se converge importantes artistas de renome nacional e internacional. Ele foi assistido por um seleto, crítico e culto público da Zona Sul carioca. O espetáculo mostrou eficazmente o potencial da Banda Sinfônica cujo repertório, muito eclético, encantou os presentes. Nesta miliária Apresentação, a Banda Sinfônica Campesina Friburguense teve como participações especiais, além de Martinho da Vila, o Grupo de Gaitas Escocesas da Campesina Friburguense e o violinista André Cunha. O SOM DA SERRA é a concretização de um grande sonho da Banda e conta com o PATROCÍNIO DA PETROBRAS, a empresa nacional que mais patrocina a cultura brasileira.  

     No dia 06 de janeiro de 2013, em Comemoração aos 143 anos da Instituição, para sua honra, ela recebe a ilustre visita de Martinho da Vila. O renomado artista brasileiro foi diplomado, sendo o grande homenageado da noite.

     No período compreendido de 11 a 21 de maio de 2013, a Banda Sinfônica Campesina Friburguense realizou, brilhantemente, mais um histórico INTERCÂMBIO CULTURAL COM A SUÍÇA – CANTON DE FRIBOURG. Este audaz Empreendimento, altamente representativo no que se diz respeito as tradições e raízes brasileiras, configurou a 6ª (sexta) incursão desta Sociedade Musical no “Velho Mundo” cujo escopo suscitou, ainda mais, o estreitamento dos laços afetivos e históricos com aquele País. O Intercâmbio em epígrafe consistiu na realização, pela internacional Banda Sinfônica Campesina Friburguense, de 5 concertos e 2 desfiles cívicos que salientaram, através de suas apresentações de alto nível técnico, a expressiva diversidade musical brasileira, cujo repertório, muito eclético, foi composto por peças de renomados compositores brasileiros. Foi comemorado também, jubilosa e festivamente, na cidade de Fribourg, Suíça, na Praça Nova Friburgo (inaugurada pela própria Banda Sinfônica Campesina Friburguense no ano de 1981), no dia 16 de maio, o 195° Aniversário da cidade de Nova Friburgo (RJ).

      Em junho deste mesmo ano, a convite daquela Prefeitura, rumou ao Município de Cantagalo (RJ) para realizar um monumental Concerto comemorativo aos 114 anos do seu saudoso Maestro Joaquim Naegele (Regente Titular da Campesina por mais de 30 anos).

      No dia 17 em julho de 2013, a história da Campesina, por mais uma vez, é marcada indelevelmente. Como a única Banda de Música convidada pela Diocese de Nova Friburgo, a internacional Banda Sinfônica, para sua plena honra e satisfação, fez-se presente na Festa da Juventude. Inserida na programação da Semana Missionária que acolheu incontáveis jovens de vários países, os quais se perparavam para a Jornada Mundial da Juventude, com o Papa Francisco, ocorrida no Rio de Janeiro, a Campesina realizou um lindo concerto para aproximadamente, 2.000 jovens no Palco da Ilha dos Jardins do Nova Friburgo Country Clube. Em Agosto, ano a Banda foi convidada pelo Diretor do Sanatório Naval de Nova Friburgo, Capitão-Fragata-Médico Luiz Carlos da Graça, a realizar um Concerto em comemoração aos 103 anos de fundação do Sanatório Naval. Este é realizado por seis anos consecutivos pela Campesina.   

     No dia 15 de Setembro de 2013, na Quadra Poliesportiva do Sesc Nova Friburgo, na sua 12ª exibição, foi realizado o Concerto da Independência. Neste ano, juntamente com a Banda Sinfônica Campesina Friburguense e a Banda de Gaitas Escocesas Campesina Friburguense, o Concerto Sinfônico, sob a égide de seu Maestro Titular Marcus Almeida, contou com a ilustre e pioneira participação do Grande Mestre, o Sambista, MARTINHO DA VILA que interpretou canções que o imortalizaram. Todos os arranjos foram escritos pelo Mestre Marcus Almeida. Participaram conjuntamente Tonico da Vila e um Casal de Mestre Sala e Porta Bandeira da Vila Isabel, a Agremiação de Samba que sagrou-se campeã do Carnaval 2013.

     Terminando esse magnífico ano de 2013, a Banda Sinfônica realizou dois concertos natalinos: um no dia 06, na Catedral de São João Batista, em comemoração a Nossa Senhora Imaculada da Conceição e outro no dia 22, na Igreja Nossa Senhora das Graças.

Iniciando o ano de 2014, precisamente em 19 de Janeiro, a Banda Sinfônica a convite do Município de São Sebastião do Alto, realizou um histórico Concerto Sinfônico alusivo às festividades do Padroeiro daquele Município e da Cidade do Rio de Janeiro: São Sebastião. Este concerto inesquecível contou com o brilho de seu Tenor Lírico Mauro Martz.

     No dia 1° de Fevereiro de 2014, a Banda Sinfônica Campesina Friburguense é convidada, para sua honra plena, a participar das festividades referente ao Centenário do Circolo Italiano Uniti de Nova Friburgo - Casa D’Itália. Este memorável concerto, com a participação de seu Tenor Lírico Mauro Martz, foi realizado, esplendorozamente, no Teatro Municipal Laercio Rangel Ventura com as ilustres presenças dos membros da Colônia Italiana.

     No dia 03 de maio de 2014, a Campesina foi convidada a participar do transcurso aniversariante dos 190 anos da Comunidade Evangélica Luterana de Nova Friburgo. Para comemorar jubilosamente esta data de enorme significado, a Campesina enviou seu QUINTETO DE METAIS o qual, com seu alto nível técnico, interpretou músicas de grandes mestres consagrados nacional e internacionalmente. 

     Desde o dia 15 de julho de 2014 a Campesina Friburguense, através da sua Banda Sinfônica, está, por mais uma vez, levando sua inconfundível sonoridade e a cultura de sua extremada Nova Friburgo a outros Estados do Brasil. Desde então, ela tem realizado o Projeto “SINFONIA BRASIL” cujas ações, em primeira fase, foram estabelecidas a efetivação de sete Concertos cumpridos em algumas cidades da Região Sudeste sob o honroso Patrocínio da maior Estatal Brasileira, a PETROBRAS.  De total autoria da Banda, esse Projeto concebeu esses espetáculos nas cidades de Niterói, Rio de Janeiro, Duque de Caxias, Macaé, Angra dos Reis, Vitória (ES) e Belo Horizonte (MG).

Salve a PETROBRAS!

Salve a CAMPESINA!

     Em dezembro deste mesmo ano, findando-o gloriosamente, a Banda Sinfônica Campesina Friburguense promoveu em Nova Friburgo, um belíssimo Concerto de Natal realizado na Igreja de São Roque, no bairro de Olaria. Foi um espetáculo emocionante. Todo carinho, emoção, receptividade e encantamento do público pela exibição musical sensibilizou a Instituição.

     Pelo total brilhantismo e encantamento do Concerto realizado através do Projeto Sinfonia Brasil, também em dezembro, a Banda Sinfônica retorna a Angra dos Reis (RJ). Nesta hospitaleira cidade foi realizado, na Praça Zumbi dos Palmares, um inesquecível Concerto de Natal. Nele participaram os tenores: Samuel Alves e Mauro Martz, a soprano Patrícia Monção, a Banda de Gaitas Escocesas da Campesina Friburguense, o Coral Comunitário Som Livre e o cantor e compositor MARTINHO DA VILA. Todos, de pé, incansavelmente, ovacionaram aquele espetáculo.

     Por mais uma vez a estrela da Campesina está brilhando! O Ano de 2015 foi promissor, cuja história se consagra nos anais da Instituição indelevelmente. A Campesina renova junto a PETROBRAS o Projeto “SINFONIA BRASIL” e desde julho próximo passado a sua internacional Banda Sinfônica continua levando sua inconfundível sonoridade a outros Estados do Brasil, apresentando-se nos mais importantes cenários culturais do Brasil. Em segunda fase, foram estabelecidos através desse Empreendimento vanguardista em Nova Friburgo, a efetivação de cinco Concertos efetivados agora em algumas cidades da Região Sudeste e do Nordeste do Brasil: Macaé (RJ), Vitória (ES), Recife (PE), Aracaju (SE) e Salvador (BA). Quanta Felicidade! Quanta honra em levar, ineditamente, a Cultura de Nova Friburgo aos Estados Pernambuco, Sergipe e Bahia! Quanta satisfação e orgulho em ter o incentivo da Petrobras junto a Sociedade Campesina.

   Em dezembro de 2015, a Banda Sinfônica Campesina Friburguense realizou um belíssimo Concerto de Natal em Nova Friburgo com as participações dos tenores: Samuel Alves e Mauro Martz, da soprano Patrícia Monção, do Violinista André Cunha, do Coro Lírico Acrópolis, da Banda de Gaitas Escocesas da Campesina Friburguense e do cantor e compositor, MARTINHO DA VILA.

     Em 2016 realiza um grande sonho com o Rotary de Olaria o Projeto designado, Tocando a Vida na Escola Municipal Cecília Meireles, inserindo um professor de música no sentido de dar continuidade ao trabalho de musicalização infantil.

      Em Junho de 2016 a Banda Escola da Campesina Friburguense se apresentou na Estação Livre (no Projeto Banda na Praça) sob a regência do Maestro e Professor José Antônio Miranda Barroso.

No mesmo mês a Banda Sinfônica Campesina Friburguense a convite do Corpo de Bombeiro Militar de Nova Friburgo participou da Sessão Solene da Câmara Municipal de Nova Friburgo na comemoração dos 160 anos da Corporação.

     Em Julho de 2016 a Banda Sinfônica Campesina Friburguense participou com um Concerto no revezamento da Tocha Olímpica, Via Expressa.

    Em Setembro de 2016 realizou o seu Concerto da Independência no Teatro Municipal Laércio Rangel Ventura.

   Em Dezembro de 2016 realizou dois Concertos de Natal com Banda Sinfônica Campesina Friburguense, o primeiro na Estação Livre e o segundo no Sanatório Naval de Nova Friburgo a convite do Diretor.

    No ano de 2017, no período de 16 de junho a 01 de julho a Banda Sinfônica Campesina Friburguense excursionou mais uma vez a Europa (Portugal), participando de um Intercâmbio Cultural histórico com a Filarmônica Boa Vontade Lorvanense de Lorvão onde foi recepcionada e acolhida pela comunidade local. No dia 18 de junho, participou de uma Procissão do Santíssimo e após fez um Concerto no Largo do Convento em Lorvão. No dia 20, fez uma visita a Fátima. No dia 21, realizou um Concerto histórico dentro do Aeroporto Internacional de Lisboa. Nos dias 23,24, 25 e 26 participou das festas juninas em Lorvão com procissões e apresentações. No dia 27, executou o primeiro Concerto em Santo Tirso, cidade irmanada de Nova Friburgo. No dia 29, fez uma visita ao Estádio de Futebol Clube do Porto e seu museu. Recebeu das mãos do presidente do Clube, Jorge Nuno Pinto da Costa, e do Dr.Fernando Santos Gomes, o grande responsável por levar a Banda Sinfônica a este estádio (Dragão),uma camisa autografada por todos os jogadores, inclusive pelo presidente e personalizada com o nome CAMPESINA FRIBURGUENSE. À noite, neste mesmo dia, realizou um Concerto Sinfônico na Casa da Música com a presença de várias autoridades do Porto, incluindo o Consul Geral do Porto. É bom ressaltar que a Casa da Música é um local onde só atuam grandes Orquestras Sinfônicas e a Campesina com casa cheia se consagrou com um grande Concerto levando o público ao delírio. No dia 30, a Banda Sinfônica Campesina Friburguense retorna a Santo Tirso para mais um Concerto na Praça principal da cidade. Dia 01,  despedida com grande momento de emoção com os irmãos portugueses.

    O atual Maestro-Titular é Marcus Almeida, consagrado Arranjador e Spalla da Banda Sinfônica do Corpo de Fuzileiros Navais do Rio de Janeiro.

     A Campesina tem como Presidente o Músico: Carlos Magno da Silva reeleito por aclamação para a Administração biênio 2017/2018. O Egrégio Conselho Deliberativo é presidido pelo Sr. Hitler Lavra da Silva Pinto. Aos senhores: Célio Medeiros Lopes e Ricardo Tacuchian estão consignadas, respectivamente, as Titularidades Honoríficas de Presidente de Honra e Patrono da Instituição.

Em frente à 1ª Sede na Rua Fernando Bizzoto. Foto de 1925.

Banda Campesina em 1928, na Fonte do Suspiro.

16-05-1956- Inauguração do uniforme cinza Colégio Anchieta.

S.M.B. Campesina na Suíça, em 1981.

Banda Campesina na Suíça em 2002.

Fundação da Campesina em 1870.

Banda Campesina em 1873. Um dos primeiros registros.

Banda Campesina em 1910.

Maestro Fundador, Presciliano José da Silva.

Projeto Sinfonia Brasil da Petrobras.

Projeto Sinfonia Brasil da Petrobras.

Major Augusto Marques Braga, Presidente Fundador.

Titulação Honorífica

  • Sociedade de Utilidade Pública Municipal – Lei nº 390 – 27/03/1957

  • Sociedade de Utilidade Pública Estadual Lei nº 4586 – 31/08/2005

  • Medalha Tiradentes – Resolução ALERJ nº 359 de 1989

  • Patrimônio Histórico Cultural RJ – ALERJ Lei nº 723/2007

  • Medalha Amigo da Marinha – 11/11/2009

  • Sociedade de Utilidade Pública Federal – Lei nº 91,de 28/08/1935 – concedida em 16/09/2015